* Fantasias Secretas



Penso que todos acabamos por ter uma fantasia talvez mais secreta e mais difícil de realizar, e comigo não era diferente.

Estranhamente, eu imaginava ver a minha mulher nas mãos de outro homem. Como seria? Como ela se iria comportar? Em momentos mais quentes, eu tentava abordar este assunto, com frases do tipo ‘estou a imaginar-te nas mãos do xxx’, e ela alinhava na brincadeira… mas dizendo sempre que seria incapaz, até porque eu era o único homem que já tinha entrado dentro dela.
 
Mas a minha imaginação não parava de pensar naquele momento, e no mundo virtual tentei procurar o homem perfeito para aquele momento, e encontrei. Eu não seria capaz de ver a minha mulher nas mãos de um qualquer.

O João tinha 40 anos, casado, um corpo musculado com muitas horas semanais de ginásio, bronzeado, e era economista no melhor banco do país.

Combinamos secretamente para que aquele momento corresse na perfeição, até porque a mulher dele nem imaginava o que iria acontecer. Mostrei-lhe varias fotos da Susana, a viajar e na praia, e uma vez a fazer topless quando estivemos no Brasil, e o interesse dele era crescente, e ele confessou-me que já se imaginava dentro dela, e prometeu-me que ela iria adorar.

Então, naquela quinta-feira fui jantar com ela a Setúbal, com vista para o rio Sado, num jantar que tentei ser o mais romântico possível, com ela deliciosamente maquilhada. Durante o jantar mostrei-lhe a surpresa que tinha para ela: uma mascara e um cartão de um motel discreto ali próximo. Ela ficou entusiasmada com a minha proposta para aquela noite, onde não podíamos trocar palavras, apenas os corpos…

Quando chegamos, entramos no quarto aromatizado, com a Susana já vendada, não podendo ver aquele corpo despido e depilado, que a ver um filme quente e só para adultos, já esperava por ela. Eu beijei-a, acariciei-a, despi-a, para no momento seguinte a entregar nos braços do João. Que estranha sensação que tanto me excitou. E agora?

Ele foi incrivelmente meigo com ela, beijando-lhe todo o corpo, de uma ponta até à outra, passando por todos os recantos mais íntimos… e as suas mãos realizaram-lhe uma massagem sensual com um óleo com um excelente aroma. Ela ficou terrivelmente entregue ao prazer, sem imaginar o que estava a acontecer. No entanto, no momento que o João lhe colocou a mão nas costas, dando indicação para ela se dobrar um pouco, penetrando-a por detrás,.. Ela vendada soltou um gemido forte, dizendo : ”uiiiii, nem parece tu…” e não era eu,

Ela percebeu que o que entrou dentro dela era maior que o habitual, mais grosso e mais cumprido, e gemeu como eu nunca tinha ouvido, pois ela estava penetrada como nunca, eu eu percebi que ela gostou muito do que sentiu. Era visível a sua excitação. O corpo dela, mexia-se, tremia e de uma forma talvez involuntária, e de uma forma descontrolada ela não cumpriu o nosso acordo e tirou a mascara ficando totalmente surpreendida quando se viu cara-a-cara com o homem que estava dentro dela, e não era eu.

Ela olhou para mim com um ar de condenação pelo meu ato sem autorização, mas ela não parou, antes pelo contrário, aproveitou toda a excitação que estava a sentir naquele momento, tornando-se mais devassa do que nunca, obrigando o João a penetra-la constantemente na sua totalidade, bem fundo com ela a sentir-se totalmente preenchida.

Ela gritou alto, ofendendo-me com palavras feias. Sinceramente parecia-me que ela estava a sentir orgasmos seguidos e intermináveis… de uma forma que eu nunca lhe tinha visto…e percebendo que certamente o João não conseguiria aguentar muito mais tempo, disse à Susana que ela poderia escolher o sítio onde veria ver o prazer quente do João.

Talvez por vingança, ela fez uma escolha surpreendente que eu nunca estaria à espera…. 
Tu nem imaginas… foram as consequências das minhas fantasias secretas… 

1 comentário:

  1. Sinceramente>>> Ridículo! Eu dava um pé na bunda nesse traste que ela chamava de marido e ia ficar com o Joao.

    ResponderEliminar